Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dicionário

Folheando um dicionário
Posso adquirir um bom vocabulário
Que é um exercício um tanto quanto inutilitário
Mas há quem goste de falar palavras mortas de dicionário.


Sua languidez faz-me estremecer
Seus amplexos e ósculos nunca irei me olvidar
Sua tez alva como o alvorecer
Espero jamais me afugentar.

Proferiu-me através de um idílio
Amor eterno e terno
Quero fazer do teu coração meu exílio
Mas se um dia me abjurar eu me consterno.

Não pense que serei parvo
Se não conseguir mais te cativar
Não me tornarei escravo

De um amor que não procederá
De uma pessoa que não soube me valorizar
E espero nunca mais com ela me deparar.

22/04/03
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 19/04/2006
Código do texto: T141675
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42685 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:47)
Miguel Rodrigues