Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para nós

Os sujeitos deste poema
não estão ocultos.
Todos participam em versos
da minha construção.
A base é o coração.
E nela, não há distinção.
Todos se ocupam de forma igual
O físico não comporta um edifício
Se talvez pudesse ilustrar,
seria um círculo,
cada qual com sua linha.
Curva e incerta como a vida pede.
E modulada no barro,
pois não há tempo
que segure uma única forma.
A chuva inunda o sertão
e transforma a solidão
num verde de esperança
que reluz à aproximação
dos homens em outros homens.


GN 18/04/2006
Gustavo Naufal
Enviado por Gustavo Naufal em 19/04/2006
Reeditado em 01/08/2006
Código do texto: T141730

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gustavo Naufal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Naufal
Curitiba - Paraná - Brasil, 36 anos
71 textos (2030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:31)
Gustavo Naufal