Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tenra Província

Sei quem vem de lá:
é o pássaro que pede pouso,
é o sol arquejante que pede sombra,
sãs dúvidas de todos os dias.
É ela de meia-calça, de sentinela,
de prouves com o pão que amanhece
e o leite é bem chegado.
Sei quem vem lá.
Riacho de poucas águas,
provimento de dois dias,
Mero amor passageiro,
que nem saiu do lugar
mal se levantou foi
obrigado a sentar.
Abriu e fechou portas
e não encontrou saídas.
Era o homem da meia-noite
de assusta criança e melra
seus doces com medos,
na província dos vinténs.
Tenho medo de voltar lá.
Sei que o lugar existe e
se moderniza de amianto e cimento e
pobreza tal!
Mas sei também que foi lá que
nasci e conheci os mais pobres sonhos
rodeado dos mais tenros amores!
Prá lá um dia eu vou!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 21/04/2006
Código do texto: T142621
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26789 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:10)
José Kappel