Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mão Branda

Já vi de tudo,
de casco ao tombadilho,
do céu,à terra,
tudo espelha seu rosto,
tudo diz de você,
do começo ao fim;
e já vi de tudo,
seu espírito mais brando,
que é sorvido no cálice de
cristal,alinhado de flores.

Vitória dos poucos,
lembrança dos vagos!

já vi o mar e as
areias rainhas,
vi
o céu
e também a prontidão.

Vi homens lutando por migalhas de
pão.
Vi o mundo girar ao contrário
como uma gude atrapalhada!

Feliz vitória de
um homem que um dia
achou que era só
e foi descobrir que o eu
só não existe.

Existe a distância e reta
- meu bom senhor -
mais tudo dá sua volta,
igual a flores relegadas!

Mas neste jogo
nada têm volta.

E se volta tiver,
aguada que seja,
quero ser seu par
de olhos e
amaciar sua mão branda,
e resfolegar igual a
uma rainha,
envolta e sossegada,
em mil
saias de chegadas!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 21/04/2006
Código do texto: T142629
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26784 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:33)
José Kappel