Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAGRIMAS DE UM POETA

LAGRIMAS DE UM POETA

Mário Osny Rosa

Enredado em suas idéias
Dando vida as matérias.
Correm lagrimas sentida
Do que ocorre na vida.

Lagrimas vão caindo
O papel vai molhando.
Continua chorando
O tempo vai-se indo.

Escreve e reescreve
Mostrando a sua verve.
O canto da cotovia
A sua dor alivia.

Lagrimas são de dor
Bem como de alegria.
Elas já nem tem cor
No mundo da magia.

São José/SC, 20 de abril de 2.006.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados.com.br

Asor
Enviado por Asor em 21/04/2006
Código do texto: T142692
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (36865 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:38)
Asor