Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Marcha no tempo




Favo de mel
Adocicando a rotina
Pedaço de céu
Em gotículas de pura adrenalina

Assola a razão
Desnorteia os sentidos
Enlouquece, porque louca é a paixão.
E os apaixonados...Perdidos!
 
Inflama o sentimento
No fogo ardente do desejo
Que ilumina todo o firmamento
Apenas com o toque de um beijo
 
Pulsa vida intermitente
Em ritmo acelerado
Pois no infinito mora a vertente
Latente de todo passado
 
Como duende travesso
O sentido se esparrama
Na trama que vira no avesso
O apreço de quem ama
 
Segue impetuoso
Do tempo, o senhor
Dominando imperioso
Espaços por onde for
 
Onde as possibilidades?
Onde um pequeno motivo?
A vida se processa sem piedade
Ai daquele que ficar escondido!
 
Da boca... Coragem!
Professa a enorme aflição
É mister prosseguir viagem
Independente de qualquer condição


Rompe as barreiras
Canta plena a liberdade
Nada mais nesta dimensão cerceia
Nem ousa aproximar-se da vontade
 
Ciente de sua história
Do enredo que virá
Pauta no tempo a vitória
Que o mundo reconhecerá!
 
 

Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 02/05/2005
Código do texto: T14282
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215209 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:01)
Priscila de Loureiro Coelho