Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA RARA JÓIA DE PRATA

Alguém diga para aquela mulher,
aquela que eu chamo de amada,
que deixe de ser uma anta,
e que luto é coisa passada.
Insista porque ela é teimosa,
você bem conhece a figura,
turrona, birrenta de sobra,
onde achei tal criatura?
Confesso e te digo na lata,
ela é a mulher que eu amo,
uma rara jóia de prata.
lineu de paula
Enviado por lineu de paula em 02/05/2005
Reeditado em 02/05/2005
Código do texto: T14289
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
lineu de paula
Estados Unidos, 62 anos
148 textos (11497 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:03)
lineu de paula