Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0266 - Solidão


 
Ninguém sabe da minha loucura,
por que riem?
Se querem minhas dores, se querem...
 
Escrevo alguns versos que parecem bobos,
meu medo era de que não entendesse...
é impossível não viver os impossíveis do amor!
 
Poderia ser qualquer louco, triste sim,
não mataria por outro amor, e sim, por você...
estou morrendo a cada pedaço de dia.
 
Quando ninguém mais sentir minha falta,
quando alguém sonhar quem fui um dia,
quando quiserem me amar, morrerei feliz.

09/05/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 02/05/2005
Código do texto: T14336
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116243 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:17)
Caio Lucas