Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0272 - Viver seu amor


 
Poderia eu viver sem alma se tenho a sua...
enquanto meus pensamentos forem até você
não haverá mundo, apenas eu e minha paixão.
 
Abandonarei a estrada, fecharei todas as portas,
escolherei um só caminho, seu para meus desejos,
entre um e outro carinho faremos o amor que escolhermos.
 
Depois de um pequeno adormecer volto ao seu corpo,
havia sono depois do amor louco feito por nós,
as lembranças estão longe de serem vagas, apenas prazer.
 
Propõe-me ficar um dia, uma noite a mais dentro de você,
farei sonhar meus sonhos, também seus sonhos,
até que os destinos nos separem ou nos deixem em paz.
 
A morte é nada mais que uma falsa partida do amor,
nenhum amante mata o querer, deveria ter lágrimas,
flores não, quero sobre meu corpo vontade sem razão.
 
Quero todos os reversos das minhas despedidas,
os arrependimentos são as juras, não são verdadeiras,
o para sempre que fica é amor, puro e libertino como eu.
 
Conceda-me mais um daqueles desejos, mais dois,
torná-los-ei real, a cada toque, a cada beijo,
enquanto possível amor e depois todos os ''te amo''.
 
12/05/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 02/05/2005
Código do texto: T14342
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:55)
Caio Lucas