Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0274 - Sombras


 
Qual sombra que me segue,
resiste até as lembranças mais antigas,
nos muitos corpos que me perdi,
hoje é como um nascer a cada beijo.
 
Seguirei cada desejo de agora,
tentarei sempre esquecer o passado,
meu querer não é um qualquer,
o amor não se mostra em todas as amantes.
 
Tenho alguns caminhos a seguir;
é quando as sombras mostram imagens,
o corpo fica estranho e irrequieto...
inútil tentar esquecer um certo amor!
 
13/05/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 02/05/2005
Código do texto: T14344
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:12)
Caio Lucas