Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje, Repasso

Encruzo e passo,
remedio o laço,
faço de conta
de três largos.

Sou ágil e compasso,
sou flecha e não afogo,
sou mecha e não roço.

Se postigo é porque posso.
Se sou vasto
é por causa dela
que nem tanto passou
ao meu largo
e me deixou
descompasso.

Hoje, rezo na fossa
por ela querer
me deixar ao largo,
bem posudo mas sem rumo,
bem postado, mas sem ela.

Hoje, repasso,
mas isso foi lá no século 19
hoje procuro ela
na hora vinte e nove,
quando nós nem tínhamos
ainda,e qual,
nascidos só prá nós.

Hoje ela vive lá
e eu aqui.
Encontrar só no impossível
beijar você,
até vontade tive
mas tudo, tão longe
e tão difícil.

Viva mulher!
Eu inicio aqui
e minha vida
morre assim!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 23/04/2006
Código do texto: T143718
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26784 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:13)
José Kappel