Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Correnteza

               Correnteza
               Sou filha da correnteza,
               Eu, que não sei remar...
               Sou escrava da beleza
               Inconstante do mar...

               Não tenho senão o vento,
               Pra longe a me levar,
               E esse pressentimento
               Esse vazio cor do mar.
               
               E,o velho barco do tempo,
               Das ondas vai ao sabor
               Não respeita sentimento,
               Não conhece o amor...

              Pois da vida o oceano
              A se quebrar na areia,
              pode trazer desenganos
              Nas mãos de uma sereia...

              Por isso nada pergunto,
              calada me deixo levar
              Quem sabe cheguemos juntos
              A outras praias,outro mar?

             

         
               
Teca
Enviado por Teca em 23/04/2006
Reeditado em 23/04/2006
Código do texto: T143908

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Teca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1121 textos (122850 leituras)
5 e-livros (1459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:54)
Teca

Site do Escritor