Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NASCER E RENASCER

Por quanto tempo inda estarei a tua espera,
e a dor atroz que o coração me dilacera,
serão estrofes de saudades nestas liras?
Por que me perco pelas dobras do infinito,
vagando ao léu por tantas vidas, qual proscrito,
a renascer por entre amores de mentiras?

Às vezes penso que o amor não mais existe,
que é fantasia dum poeta insano e triste
que chora rimas pelas noites consteladas!
É quando a angústia dentro d'alma se me adentra,
estrangulando o coração em dor sangrenta,
nesta saudade de almas gêmeas separadas!

Procuro, em vão, pelas estrelas nosso amor
que se perdeu nos escaninhos desta dor,
em longa espera neste céu sem dimensão!
Mas na certeza de seguir no rumo norte,
buscando a vida que se segue após a morte,
eu te acompanho nos teus versos de emoção!

Então eu sinto que este amor existe sim,
é doce sina que do berço habita em mim,
é força estranha que carrego de outra esfera!
E fito o céu a reluzir em negro e prata
a me envolver na luz azul que te retrata
emoldurando de ternura esta quimera!



 

Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 02/05/2005
Reeditado em 10/05/2011
Código do texto: T14407

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66357 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 03:53)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor