Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"VAGABUNDO TAMBÉM AMA"


Eu sentado na calçada
com a roupa enxovalhada,
todos os dias da semana;
passa uma linda mulher
eu simplesmente observo,
e sinto que é uma dama;
quis lhe chamar a atenção
no impulso do coração
eu queria tua mão beijar;
desdenhou da minha sujeira
eu que sem eira e nem beira,
diz o ditado popular...
como pode um vagabundo
que vive girando o mundo
ter o privilégio de amar...
meu Deus! Como eu amei...
só não pude conquistar.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 24/04/2006
Código do texto: T144291
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257142 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:39)
Antonio Hugo

Site do Escritor