Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMETAR



Como pensas que vou te alcançar
Se teu lume é mais intenso que o do sol
Se te persigo e tu foges como peixe do anzol

E quem tu pensas que és
Para meu rio cristalino adentrar
E do que te lanço o tempo todo escapar

Sou sereia de outros mares
Sou cometa de longa cauda
Vivo para cometar,
Distribuir luz...

Cometa de águas as avessas
Em vários lagos deságuo meu amor
Colorindo cachoeiras e transbordando
Por margens verdejantes
Quedando-me...

Quedo-me intensa e reluzente
Meu rio serpenteia e serpenteio com ele
Alongo-me e retraio-me
E vou cometando, distribuindo a luz
Até que ponto ela te seduz?

Não me dás sinais nos meus orbitais
E por quanto tempo irei reluzindo
A luz que do meu querer emana?
Cometando na tua ânsia insana
Mas que guardas apenas para ti
Deixas-me a jorrar luzes feito cometa
Cometando sem fim

Poema a quatro mãos_ Denise Severgnini e Rose Stteffen



Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 11/01/2005
Código do texto: T1443

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916678 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:19)
Denise Severgnini