Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdas Irreparáveis

Eu não estou acostumado

Com quem tem bondade -

Dou-lhes um pedaço de pão

E eles me mostram mais vontade...


A fome é o aposto da sociedade

(leia-se: oposto da saciedade)

Quem diz ter medo da mentira,

Sempre acaba se assustando com a verdade.


Meus filhos não têm brinquedos

Porque não sabem brincar,

E quem vai pô-los de castigo

Se eu me infantilizar?


De tudo o que, um dia, rio

Sempre deságua no mar...

Perder é ganhar consciência

De que nunca se aprende a amar...


24 de abril de 2006
Teco Sodré
Enviado por Teco Sodré em 24/04/2006
Reeditado em 24/04/2006
Código do texto: T144518

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Teco Sodré
Salvador - Bahia - Brasil, 38 anos
274 textos (12540 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:31)
Teco Sodré