Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MORTE ESCOLHE ALGUÉM

Morreu o poeta com sua carga de relatos.
Por certo a humanidade ficará menos fantasiosa,
menos sonhadora,
mais pobre de estímulos.
 
Corre vida sob pés cansados.
Vento e chuva retratam o espírito triste.
O que se perde em meio à água que corre debaixo
dos pés andarilhos?
 
É líquido o silêncio nos olhos,
e a vida se faz permanente nos trajetos.
Caminha-se em nome de quem e de quê?
De nosso próprio pré-traçado destino?
 
Margearão a estrada dos acontecimentos
aqueles que ficaram nas veredas do Rio Escuro.
De retorno do pó ao pó, a luz solitária
vem na hora bíblica.

A amizade antiga produz o último recado:
o poema com o gosto de lágrima.
É preciso conter o choro,
coragem para o coração pulsar vivo.
A vereda ficou pequena, esvaiu-se aos poucos.

Fiandeiras do fio da vida,
é incerto e dúbio o destino traçado
entre o nascer e o morrer.

Haverá lutas, adiante?
Quais desafios nos restam
além da barcarola de Caronte?
 
É chegada a hora da transposição do Rio Profundo.
Desta para a outra margem, aquela da qual jamais voltou alguém.
A morte é a primeira parada na estrada longa do Eterno.

— É preciso guardar a moeda para pagar o barqueiro da Vida!
 

– O tema foi originalmente publicado, em prosa, no Recanto das Letras. Devidamente oficinado via NET, entre o autor (Porto Alegre) e seu confrade Nelson Rodrigues Corrêa (Belém do Pará). Em poesia tomou o formato acima.
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 24/04/2006
Reeditado em 26/04/2006
Código do texto: T144641
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:34)
Joaquim Moncks