Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Busca

1998

Num momento
Uma palavra se tornou necessária.
Ele se dedica com fulgor à tarefa melindrosa de construi-la.

Aprende com os ferreiros as artes da moldação,
Aprende com os matemáticos o segredo do calcular,
A beleza da geometria,
A perfeita ordem numérica.
Aprende com os pássaros o cantar involuntário.
Aprende com os apaixonados as loucuras temporárias,
E as baixezas necessárias...

E aprende e aprende e aprende...

Viveu estudando e, muito tempo depois,
Finalmente compreendeu que a arte
Capaz de moldar a palavra extremamente necessária
Não existi.
É a solução vazia da matemática...

E ele continuou a sentir aquela angústia,
Sem ter com quem dividir a indefinível Emoção
Não podia transmiti-la, nao podia...

Velho, hoje ele escreve poemas,
E sua palavra ganhou formas que
Embalam seus pensamentos.
Num universo onde a maioria é escrava de uma busca,
Ele se libertou.

A palavra Densa não está em seus poemas,
Está em si,
Ele percebeu que senti-la
Era a essência de sua vida,
Que o erro estava em querer decifrá-la.
Sebastião Alves da Silva
Enviado por Sebastião Alves da Silva em 25/04/2006
Reeditado em 07/05/2006
Código do texto: T144790
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sebastião Alves da Silva
Imperatriz - Maranhão - Brasil
687 textos (27272 leituras)
2 áudios (87 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:33)
Sebastião Alves da Silva