Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESAMOR

És a escória do mundo,
nada mais pecaminoso
e mais profundo,
ter você
como ponto luminoso,
és o parto da dor,
que chega silente,
na cópula indecente,
que faz abortar o amor,
és astro caído
visão do final,
que gira perdido
em torno do mal,
és a bala inimiga
dissimulada de ouro e prata,
indiferente não liga,
se fere ou mata,
és a voz infernal,
que grita dentro de mim,
feito um urro bestial,
és a insensibilidade,
és um caminho que trilhei,
és a vaidade vadia
és a mulher
que um dia amei ...

ANDRADE JORGE
1997
direitos autorais registrados
http://andradejorgepoesias.vilabol.uol.com.br

ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 25/04/2006
Reeditado em 24/06/2009
Código do texto: T145010

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1027 textos (89991 leituras)
26 áudios (1819 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:00)
ANDRADE JORGE