Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solitária Paixão

Vim inspirar a brisa que sopra do mar
Beber do sol que aquece a alma
Visitar os recantos perdidos do coração
Encontrar paz na solidão que habita em mim

Fugi para a praia onde encontro lembranças
Do tanto que me é familiar e cuja memória não esquece
Recordei cada pedra, cada enseada encantada
Encontrei em cada grão de areia o calor que emana da terra

Olhei as pegadas que deixava na areia e percebi...
Já não tinha a companhia que entrelaçava as minhas mãos
Que rodopiava a minha imaginação em mil abraços
Só tinha a Natureza e o tanto que ela vale para me proteger


Vi todo o tipo de gentes...
Os que solitários que se embalavam num livro
Os apaixonados que se enroscavam em abraços e beijos
Os pais orgulhosos dos filhos e embevecidos de amor

Perguntei a mim própria: O que tinhas antes de tudo bastava?
Rodei as engrenagens da minha mente e não encontrei resposta
Só sei que custa perder aquilo que se conquistou
Doi esquecer um sonho e uma grande paixão


Ainda que efémero, existiram momentos
Trocaram-se e viveram-se emoções que nos preenchem
Talvez tenha sido um sonho bom...
Então porque tive eu de acordar?

Eu preferia ter continuado a sonhar...
Deixem-me acreditar...
Sonya
Enviado por Sonya em 25/04/2006
Reeditado em 03/07/2006
Código do texto: T145124
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:56)
Sonya