Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM CRIME LÁCTEO



Chegou o leiteiro de mansinho
e lá em frente ao oito dois ,
deixou dois leites com carinho
e o trabalho pra depois !

Ornela Góes já o esperava ,
Cheirando a rosa e anis
pois com um sinal avisava ,
o carancho infeliz .

Foram tenras as madrugadas ,
e enquanto um fazia pão ,
o outro à massa alheia,sovada,
gozava com sofreguidão !

Um dia como outros tantos ,
vestidos apenas de vento ,
foram flagrados , e portanto,
morreram sem completar o intento.

Foram tres gritos , um trio !
junto a tres tiros fermentados ,
tres corpos sobre um piso frio,
ao sangue e ao leite,misturados !

A multidão correu pra ver ,
dantesco quadro apresentado.
Mas só lamentaram  por  ver
tanto leite derramado !


SBC-SP-José Alberto Lopes ®
24/04/2006
José Alberto Lopes
Enviado por José Alberto Lopes em 25/04/2006
Reeditado em 31/01/2012
Código do texto: T145146
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Alberto Lopes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
594 textos (36531 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:04)
José Alberto Lopes