Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ver-te do cais.

Pára o tempo do mar
Nos olhos do pescador,
Marujo atirado
Pois já é navegador.

Caravelas ao vento
Carta náutica nas mãos,
Ordens na nau
Capitão é doutor.

Febril mar maremoto
Ondas de almirante,
Peito forte
Natureza desafiante.

Recolhe velas
Brumas na proa e convés,
Marinheiros experientes no timão
Segura a direção.

Vencido o turbilhão
Mais uma história de pescador,
É de glorias conquistadas
Que um barco vira navio,
Não se fala com ironia
E nem fantasia.

No rosto as marcas
Do sol com marisias,
Sonha com a lua de prata
Na solidão do coração.

Mas não deixa de ser
Pescador, pescador de ilusões
No mar, no mar, no mar.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 26/04/2006
Código do texto: T145934
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
721 textos (26287 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:04)
Condor Azul