Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Momento (depois da partida, quando a poesia diz tudo)

"Tempestade!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Calmaria...
Chuva de verão;

DESEJO

Se quer vir, vem!
E veio... como nunca...
como eu sempre quis...

Veio uma vez...
Já foi embora...
E o sol já nasceu...
E eu já estou sentindo...
Que nada será como antes...

Pois provei a flor do teu desejo...
Pois nasci pra dor que é tocar...
Pois beijei o quanto eu poderia...
Pois amei carnalmente como queria...

Não importa o final...
Se ele existiu... ou não...
O que é o final...
Se o final já estava determinado no começo...

Ha! Se eu pudesse explicar...

Eu não quero explicar...
Eu quero sentir o cheiro...
Que ficou no ar...
Que está em mim...

Esse cheiro faz uma estrela nascer em mim...

acabou...

Acorde André! Preciso conversar..."
Diego Filipe Araujo Alcântara
Enviado por Diego Filipe Araujo Alcântara em 27/04/2006
Código do texto: T145982
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego Filipe Araujo Alcântara
Camanducaia - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
152 textos (7334 leituras)
7 áudios (2204 audições)
1 e-livros (167 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:15)
Diego Filipe Araujo Alcântara