Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Céus, Meus Céus

"Dizem que o céu é azul,
o meu não, ele é lilás, preto (não o triste),
branco, mas, principalmente, laranja.

Numa noite o céu se fez F. de carinho, D. de azul e M. de desejo.

O azul por si se faz paixão.

Paixão, pois amor é muito forte.

"Céu"? Só se for meu a partir de agora,
pode ser às escondidas, sou um moralista que finge bem.

Amanhã não haverá arrependimento,
só haverá Física, mas a Física nunca será tão agradável.

Não peço que fiquem aqui comigo esta noite,
estragaria a mágica,
só estejam comigo amanhã
e que amanhã seja hoje com um número a mais no calendário."
Diego Filipe Araujo Alcântara
Enviado por Diego Filipe Araujo Alcântara em 27/04/2006
Código do texto: T145986
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego Filipe Araujo Alcântara
Camanducaia - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
152 textos (7339 leituras)
7 áudios (2204 audições)
1 e-livros (167 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:40)
Diego Filipe Araujo Alcântara