Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Colheita dos Desaparecidos

Aqui lasciva a
gloriosa aventura
de permanecer atento
as coisas que aparecem
e desaparecem
numa eterna tortura.

Aqui aparecem
pássaros,bordas de campo,
frutas esquivas,pontas
de árvores nascentes,
frestas de céu azul
por entre galhos pendentes.


Aqui também desaparecem
a rua que morei,
a mãe que não tive,
o pai que sobreviveu,
a avó de tricô,
o tio do bourbon,
o calisto avó
de três amantes
com vários mortos
nas costas,
mas que,dizia,eram escalhes
do inferno.

E na coisa e tal,
fico entre a ida e a volta.


Peço aos céus que me apare
em algum lugar.
Que seja lúcido,
e que lá estejam todos
aparecidos e desaparecidos
e, por tal, não repare,
sou também da colheita
dos desaparecidos!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 27/04/2006
Código do texto: T146040
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26786 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:53)
José Kappel