Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como Vai a Europa ?

Como vai a Europa?
Sentinelas à bordo,
navios escravos de águas,
homens em guerra e em paz.
Tudo bem na Europa,!
Eu não moro lá.
Não sei se aqui ou lá
é o mesmo desespero
de ânsias partidas,
e elos quebrados;
coisa de olvidores
coisas de sentinelas,
numa mistura de galhardia
e vinho doce.
Não sei como vai a Europa.
Não me pergunte porquê.
Sei que lá é terra
de gente
desenvolvida,
terras de dinheiro,
onde tem castelos
e campos imensos
e águas colossais para
nelas mergulhar.
Tem mulheres bonitas
e graciosas.
Até tem capital da moda.
Tem capital do livro!
Capital da fugaz droga.
Por vezes, capital do medo
e da dor!
Mas prá lá eu não vou não!
Sou simples e acomodado,
cheio de intempéries e de gosto duvidoso.
Não gosto de sal na comida
nem alface com tomates mexidos.
Mas gosto de mulheres redimidas e calmas
na minha cama.
Como vai a Europa?
E eu sei?
Sei que lá o tempo passa mais
rápido
pois todo mundo corre de
uma lado prá outro
a procura de alguma coisa
que o tempo levou.
A Europa vai bem obrigado!
Eu vou melhor ainda:
com quatro saltos eu saio
de minha vila e chego na fazenda
dos Bonfins.
Lá tem aguardente de cana de bica
e apertitivos de dar água na boca!
Vou prá lá todo dia.
Sento perto das macieiras e me
brando com o suave vento que
desce das montanhas e me apazigua.
Lapida-me o sol de tênue luz morna
onde acabo por adormecer.
A Europa? E eu sei lá!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 27/04/2006
Código do texto: T146046
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26784 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:38)
José Kappel