Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O POEMA É LÁGRIMA?

O poema tem subjacentes fatos
usualmente tristes.
A memória constrói o refazer
dos roteiros de misérias.
Crescemos frente
aos cotidianos soluços.

Múltiplas perdas: vida insossa,
casa sem brilho, auto-exílio.
Navega-se a chalaça da sublimação.

Que nos tenhamos
a dividir amores,
esperanças e
suas intrincadas rotas.

O poema é arquivo,
homenagem aos rumos,
imperfeito relato,
criação nem sempre havida.

Poesia é lágrima amanhecida.

– Do livro BULA DE REMÉDIO, 2006/2009.
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/146446
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 27/04/2006
Reeditado em 23/11/2010
Código do texto: T146446
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:25)
Joaquim Moncks