Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O JÚBILO DA SERPENTE


                           A jubilar
         Esfera estonteante,
   Emergente    de laços emotivos
           Profetiza: despertai o sono da serpente.



                            Acorda,
          Acorda Rainha!
    Inerente    quaisquer flutígenos,
             Ceifai aqueles que negarem teu beijo.



                          Teu veneno,
          Teu doce  veneno
    Anti-sacro,  anti-monótono,    perene,
               Promulga sabedoria transcendental,



                               A
                   Serpente chama
        E clama um beijo ardente!
Celso Godoi Neto
Enviado por Celso Godoi Neto em 28/04/2006
Código do texto: T146722

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Celso Godoi Neto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celso Godoi Neto
Porto União - Santa Catarina - Brasil
76 textos (3145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:22)
Celso Godoi Neto