Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA


Mulher, somente uma mulher
Triste, errante pelo sofrimento
Vagueia pela rua do tormento
Da vida nada espera, nada quer

Já foi uma dama respeitada
Com fino trato e moradia
Um semblante de alegria
Mulher bonita e muito amada

Mas um dia uma fatalidade
Carregou seu ente querido
Seu grande amor, o marido
Levando consigo a felicidade

O sofrimento limitou sua beleza
Sua mente então debilitada
Facilmente dos bens roubada
Doente, sozinha e indefesa

Ela... Sem nome, suja, surrada
Alimenta-se das sobras do lixão
Mulher indigente, sem coração
Que na rua agora faz sua morada

Renate Emanuele
Enviado por Renate Emanuele em 04/05/2005
Código do texto: T14684
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Renate Emanuele
São Paulo - São Paulo - Brasil, 71 anos
136 textos (10572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:04)
Renate Emanuele