Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Comédia do amor

Não há plumas nem bordado
Há espinhos e percalços
Um emaranhado de confusão
Entrelaçando um mesmo coração 2 vezes mais
Deu-me tanto teus pés que pernas me faltam para fugir
Vou sucumbir a catedral da necessidade
Quem sabe assim nos destroços dessa dor
Faço palco e picadeiro
Comédia do amor
Quem sabe corro e fujo, me acabo no mundo
Me jogo fundo no buraco desse amor
Raso ou profundo, me acostumo
Luyzla Garrido
Enviado por Luyzla Garrido em 28/04/2006
Código do texto: T147111
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luyzla Garrido
São Luís - Maranhão - Brasil, 30 anos
25 textos (1223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:12)
Luyzla Garrido