Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um interno ter.

Já não tenho mais medo da morte,
esta criando dentro de mim
uma força estranha.
Hoje olho para um corpo
como se nada representasse,
sinto que o sofrer morre
com o corpo sem vida.
Essa impressão causou-me
muito orgulho,quando
realmente pressenti,
que dado as causas do julgo
por cada celeste,
a alma resplandece diferente.
A parte do lado brilhante
não me apressa,
porem sei que a hora é certa,
por isso aprendi a coopitar
o outro lado dessa esfera.
Já sou resolvido
e aqui não tenho medo do perigo,
onde não sou mais
um sobrevivente a qualquer custo.
Busco a paciência e a lógica,
se acontecerem coisas
estarei aqui para recebe-las,
mas se o plano do senhor for outro,
o meu trabalho me dá forças
para ter esperanças,
por isso continuo escrevendo.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 29/04/2006
Código do texto: T147413
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26302 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:45)
Condor Azul