Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trovador!


Um corpo em excitação.

A deriva nas águas da imaginação.

Com a emoção à flor da pele,

E o barulho dessa chuva....

Que não serve para aplacar o fogo,

Que no momento me domina o corpo!

Quero fugir do sonho,

E acordar para teus beijos.

Fecho os olhos,

E minha alma te chama,

E o desejo derrete e derrama,

Do meu ventre, larva morna, ardente...

Tão só e tão carente!

Mais não há tempo nem distância,

Que me impeçam o gozo,

Que alcanço quando leio teus versos,

E mergulho na tua paixão,

Desmedida, ardente... da minha tão parecida.

Solitária, me faço amor,

Pensando em tuas palavras,

Gravadas na tela, fria e distante,

Mais tão presente e constante.

Em mim, enfim.

Perdida de amor,

Por um distante trovador!
Observadora
Enviado por Observadora em 29/04/2006
Código do texto: T147452
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:56)
Observadora