Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Das Fadas

Que, nesta data de
carência;
Que neste dia
festeiro:
de luzes, fogos e rojões
o mundo não se acabe
e me de muita inocência!
E plena consciência!

Que a lua se abra
em espiral, e que traga
em sua meia-luz deserta,mas constante,
a felicidade - não permanente -
mais sutil e quase eterna.

Não há o que supor,
nem indagar, haverá
no tempo um lapso.
-E vários amores, vãos, em colpaso!

É ai que nesse lapso entra
meu vazio e os amores sem laço!

Mas hoje é dia de festa
e que cada um faça a sua.

E já tenho uma, bem guardada,
na soleira que a boa vizinha me empresta!

Mas a minha que seja com você;
que sua felicidade seja constante e rija,
que o seu amor, de berço,
se espalhe pelo meu corpo - e me corrijam!
e pelo meu corpo sedento de paz!

Que seu espírito sempre sobrevoe meu corpo e
o corpo daqueles que nada tem.

Nada tem, tenho eu.
Mas não me importo
Acordo e suporto!

Se sou eu.Sou eu!
Não abro mão desta candura tão sincera!
Mas sei lá quanto tempo ela ainda espera?

Se está escrito, está escrito!
Nas palavras há milagres,
nos gestos há luz.

Que sejam nós dois
os nascentes do milagre,
gente feita prá sobreviver ao tempo
e se eternizar nele bem sauve.

E se me confundo é porque sei
de mão lavada,
e de abas largas e brilhantes
que eu ainda sou muito amado!

*

Não quero ser pouco,nem muito
apenas o suficiente, talvez o bastante.
Se a procuro sempre está envolta
em véus de esperanças,
de anseios,prerrogativas
dentro do caos e sinceras
respostas dentro da palidez de seus lábios.
Se encontro,acho.
Se acho, sou homem já feito e curtido
- de corpo e alma -
sentido.
Nos meus sonhos, revejos faces
que se perderam no tempo
que se foram, quase desapercebidos.
Engano meu!
Elas estão em toda volta do canto
que começa no princípio do céu
e termina no meu espírito.
Se sou espírito, sou de carne,se
de carne sou, anseio e desejo.
Volta, por um minuto, volta
e diz
quando os céus unirem, retorno!
sombreada de luas
fantasiadas de estrelas
carregada por fadas.
Se é fato,se é sonho,
já não sei.
Faço por mim, faço por ela.
E somos um denro de dois.
Se somos um amor de várias cores
e centenas de milagres.
Se assim se foi, assim se chega
ao pé de seu corpo
ao brilho de seu espírito!
A luz eterna que te rodeia!

José Kappel
Enviado por José Kappel em 02/05/2006
Código do texto: T148840
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:30)
José Kappel