Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Terra de Sonho

Se choro é porque pleiteio,
a caixa de música
toca em tom leve e apráz.
Ela, no entanto, me entorta de dengo
e querências.
Já não sou mais obtuso, mais
esquálido vivente
de uma terra de sonho.
Se perco é porque desejo
e se desejo, tortos remanejo.
Minha casa está aberta
ao próximo e ao próximo do
próximo.
Tal qual diziam:
ser feliz é ser só.
Mas ser só não é felicidade;
sei, faz parte da idade.
E vocês, queriam o quê?
Que instrumentos tocar à minha porta
com músicos fantasmas?
Se ninguém vem a festa
que preparei, me comprazo.
Refresco minha memória
nos tempos daqueles
que todos vinham
me abraçar.
Hoje tomo o vinho na taça de cristal
tão quebradiça como minha vida!

José Kappel
Enviado por José Kappel em 02/05/2006
Código do texto: T148844
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26789 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:55)
José Kappel