Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SORRISO AMARELO

A voz do meu sorriso agudo é branca
meio desbotada e desabotoada
jorra e não estanca
A flor dos meus mamilos se apresentam
quando ardem os sonhos meus
Amarras que me envolvem se arrebentam
pétalas minhas
voam de encontro aos dedos teus
e, então, entoam céus-das-bocas "ais"
Mas, tão poucas são as horas para nós
que meu sorriso branco de feliz de ti,
por ti,
se esvai
desbota e cai
Um agudo nobre engravida,
e grávido de margaridas,
grava a deixa de quem sai
Porque quem ama
jamais se desacompanha
e não apanha dores
despetaladas por corações espaciais

D.V.
13/12/03

Copyright © 2005 Dulce Valverde
All Rights Reserved
DULCE VALVERDE
Enviado por DULCE VALVERDE em 02/05/2006
Código do texto: T148851
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e link para o site " http://recantodasletras.uol.com.br/autor_textos.php?id=6199 "). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DULCE VALVERDE
Estados Unidos, 46 anos
390 textos (10859 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:19)
DULCE VALVERDE