Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lua Nua.

 

Hoje sou lua

Que adversa ao céu

Lamenta o amor

Que esvai em nuvens.

Nada mais sou

Que um tempo

Em que fui.

Sinto o peso

Da solidão inteira

Em um coração

Partido, falido, sem crenças.

Nada além do branco

Pinta o saudosismo

Dos dias em que amei.

Vago inexata, descrente

Que existam lábios

Que toquem os meus.

O que senti consumiu-me

Quando restou o abandono.

Olho sem ver.

Caminho sem andar.

Crucificado está meu existir

E já não posso ser

Pássaro, mulher ou o que for.

Sou somente vazio,

Dor, penumbra, pedaço de sonho.

Sou mais uma amante

Que seguiu caminhos errantes.

Nostalgia

E



.
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 02/05/2006
Código do texto: T149228
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:14)
Eliane Alcântara