Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mixórdia

Bate uma pedra doce
Gosto fel escorre da boca
Terias tu ferida quente
Para aquecer pérfido corpo?
Usurpa o fulcro da vespa
Sombra carrasca espanca a face
Teria eu lábios coloridos
Para pintar-te o céu?
Nuvem voluptuosa desfaz-se do pranto amargo na porta
Terias tu sorte de tal morte singela e sem cortes?
Olhos vivos de serpente na indecisão do ausente
        Fica, sente, vai, entende
Teria eu mais sangue para lavar-te a alma?
Pêlos arrepiados sussurram gemidos
-Tremo-
Sinal de perigo
Terias tu mais couro para cobrir-me de dor?
Frio dorsal percorre-me rapidamente
–Molhado-
Escorre suor
-Sinopse perfeita-
Mixórdia
Luyzla Garrido
Enviado por Luyzla Garrido em 03/05/2006
Código do texto: T149342
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luyzla Garrido
São Luís - Maranhão - Brasil, 30 anos
25 textos (1223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:16)
Luyzla Garrido