Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E a Vida Passando

Lance de dois a dois,
sem resfolegar.
Lance de sufocar,
sem ao menos pensar.
Assim é a vida,
assim
passa a morte,
de bruma em bruma.
Trás e leva
Mais trás do que leva.
E leva os prevenidos.
E leva os desprevenidos.
Depois dizem ser destino.
Destino não é lá
essas coisas não.
Destino foi feito
para matar, prá levar !
E se você faz parte dele
deve estar pronto
para morrer.
Mas, antes disso deve haver
muita felicidade
que a gente deve
contar aos dedos
e contar também a idade.
Felicidade é um pouco de
tudo
e muita coisa de nada.
Felicidade é uma trava,
um rolimã sem graxa,
e dois pares de sapatos
sem graça.
Um para andar,
outro para desandar.
É um lance de dois a dois,
sem nesga para pensar.
Ou você é ou não é.
Geralmente as pessoas
não são.
Um: porque a maioria
não foi feita ptra ser;
Dois porque quem já foi
nunca mais quer saber
de ser.
E nesta ladainha morna
de palavras, digo tal
porque sai de um féretro
até que bem possuido:
gente arrumada, cheiro
de capela, de flores
murchas e todos engravatados,
pensando,
muito pensando:
graças, passei por essa.!
Mas o essa vai chegar
a qualquer hora.
Por isso, na minha meditação,
sobre idas e vindas,
digo lá: vá correndo atrás do
prazeres momentâneos,
com o segundo sapato,
e engravide o mundo
de mulheres e prazeres.
Porque lá fora tá assim de
gente
querendo te levar,
num caixão de pedras,
Deus sabe lá prá onde.
E por isso evite qualquer
colapso ou falta de ar.
A vida é bela e cheia
de belo frescor,
se vivo estiver!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 03/05/2006
Código do texto: T149398
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:15)
José Kappel