Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bonde de Passar

E as bandeiras
tremulam nos mastros
e minhas pernas
tremulam junto com
meu espírito.
Não sei do que mais tenho
medo
do próximo que está
mais perto do
que a gente imagina
ou da vida
que está dentro da gente
e pode dar um sobresalto
e parar com todo este pulsar.
Por isso companheiro de
medidas, aconselho prudência
e um pouco de devassidão.
Sem estes dois tópicos de
madeira reluzente , ninguém vive.
E quem tem tentou, já morreu.
Apresse sua alegria e saia
por ai como um veroz amante
das mulheres, das contundentes
benbidas e de toda
alegria que você pude
comprar ou ter.
Se é pouco, largue tudo,
tudo de uma vez
e vá viver.
Porque nem todas
as vidas estão vivendo:
estão pávidas e incolores,
sem nada a dar, sem nada
a receber.
Por isso, não é hora
de pensar;
Se você quer fugir da morte
vá viver!
Mesmo que seja um pouquinho
só. Porque...porque
depois disso a gente não sabe de mais nada.
quem foi nem veio prá contar.
E se tudo é passageiro
e volátil, embarque neste bonde
sem trelhos e vá em frente.
A vida é longa e curta
demais. Curta para quem
já viveu, longa para
quem ainda quer viver.
apresse-se,pegue seu boné
e galochas de meia-seda
e saia pelo mundo a bandalhar.
Porque na hora de morrer
e só você que vai morrer!
O resto fica prá te lembrar.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 03/05/2006
Código do texto: T149399
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:03)
José Kappel