Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trivialidades

Emana da demência
um  pensamento circular
viciosa reclusão, linha limite
caminho ao centro fechado,
espiral livre,  interdita negada.

Sequência demencial
psicadélico, transtornado esquizofrénico
labor mental, heteronomias nascentes
guerra aberta,
ousadias reticentes.

Permanente ser demente
traço oblíquo, trémulas mãos
desenho imperceptível , a escrita ás avessas
vulcão máquina de gelo,
ténue distância da sanidade à incongruência.
E porém o irracional , o inacessível  acesso
ás loucura esclarecidas,
a liberdade plena sempre distante.
A liberdade miragem da existência.

A jaula ou a selva.,
cinzento ou multi- color, diáfano ou obscuro,
apenas e permanentemente ser pensante.
Visceralmente!

Que poderá ser esta intricada teia,
que poderá não ser mais que imolação
em inquisitória fogueira,
eu feroz Torquemada,
juiz em meu próprio auto de fé
severo julgador de mim,
impura consciência omnipresente
a espada cortando cerce.
Dionísio Dinis
Enviado por Dionísio Dinis em 03/05/2006
Código do texto: T149534

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dionísio Dinis). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dionísio Dinis
Portugal, 54 anos
126 textos (5406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:17)
Dionísio Dinis