Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Falando sozinho...

Falando sozinho
Assim, o último ano me deixou
Muito pouco foi feito
Muito pouco, deixaram fazer
Demolindo esperanças e desejos
Falando sozinho
Assim, o último ano me castigou
Tudo foi por terra
Tudo foi para baixo
Desmontando um grande ideal
Falando sozinho
Assim, o último ano me conservou
Sem pares capazes
Sem prazeres honestos
Devorando todos os meus anseios
Falando sozinho
Assim, o último ano me torturou
Deixando suas sequelas
Deixando seus confiscos
Falando sozinho
Assim, o último ano me marcou
Até que uma porta se abra
E aplaque minha solidão
Com tantos que uma porta encontram
E atravessam sem medo de ouvir um não.

Ninguém imaginava que 1991 podia ser um ano tão perdido.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 05/05/2005
Código do texto: T14958
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:29)
Peixão