Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
sem bala na agulha
  
 
leucêmica inspiração
agoniza num canto vazio da alma...
respira por aparelhos

cruel prenúncio de fim,
versos chegam sem vida ao papel...
cemitério de palavras

poeta em febril angústia
rascunha o prefácio do féretro...
sabor da própria morte
  
RAUL POUGH
Enviado por RAUL POUGH em 03/05/2006
Reeditado em 04/06/2011
Código do texto: T149628

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RAUL POUGH
Curitiba - Paraná - Brasil
184 textos (12368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:17)
RAUL POUGH