Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ferida de Ramirez

Agreste púrpura
de seus olhos,
meigo afago
de suas mãos;
bem igual a um céu,
parecido com bondade
dos Olimpos!


Viva sua vida
prá me esquecer.

Viva cada momento
infernal
prá poder argutar,
sempre e longe,
da agonia que
gera seu espírito,
que também me atormenta,
mas não posso aquecê-la!

Viva e vá!
Que trovões rebordoem os céus,
que a espada mágica de Ramirez
me atravesse, na longa estocada
que faz a ferida,
da minha agonia sem deuses,
sem você.

José Kappel
Enviado por José Kappel em 04/05/2006
Código do texto: T149988
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2201 textos (27405 leituras)
1 e-livros (132 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/04/17 06:12)
José Kappel

Site do Escritor