Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Criança Mimada!

Cara amarrada no travesseiro, ilógico,
Cores que escondem o cenho, sem verniz,
Tantas falas perdidas, feito porcas que caem,
Bolso furado, escapando moedas pelas mãos,
O faz-de-conta, pensa que sabe de tudo,
Troca brinquedos como se troca roupa íntima,
Lavou de novo a cara de pau, tanta serragem,
Sobras & longos discursos, mais lamentações...
Naquilo que chora mais leite derramado,
Esquece de esquecer o que deve ser esquecido,
Arma-se em cima do tempo que outros emprestam,
Calma perdida quando ouve os reclamos...
Nada ao seu tempo, vaza de cartas pequenas...
Quando a sorte é madrasta, fustiga o fetiche,
Raspa o fundo do poço procurando tesouros,
Amores perfeitos em outros pretéritos,
Roupa se alarga com aquilo que se deixa,
Razão & querer são contos emocionais
Para alguém tentar melhor escrever,
Daquilo que se passa e não vai voltar,
Por aquilo que nem venha acontecer...

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 04/05/2006
Código do texto: T150086
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:24)
Peixão