Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INTEIRA

Hoje, mais do que nunca eu sei...
Nunca serei metade de ninguém!
Porque nasci inteira, perfeita...
Não preciso de nada a me completar!

Se quando adoeço estou só, padecendo as dores...
Se quando tenho fome é meu estômago que reclama...
Se quando tenho frio é meu corpo que devo aquecer
Porque devo esperar por alguém para me completar?

O amor só é entrega, quando tenho algo a entregar!
Se eu for somente a “metade da laranja”
E eu a entregar... E a mim... O que vai restar?
E aceitar uma meia doação... Não é nenhum ideal!

Não quero TER... Quero é SER amor
Quero alguém para amar.
Sem posse, sem domínio...
Apenas no amor a se alegrar!

Que venha quando sentir saudade...
Que venha louco a me querer...
Que possamos ser entrega inteira, mútua
Num inesgotável prazer!

Amar é doação
Sem ciúmes ou ilusão...
É querer estar juntos...
Numa intensa união!

Sou inteira... Sempre serei
Quero um homem sincero, amoroso...
Mas que seja inteiro, também!

Santo André, 23.09.05 – 13:40 h
Enloucrescida
Enviado por Enloucrescida em 04/05/2006
Código do texto: T150427

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enloucrescida
Santo André - São Paulo - Brasil
634 textos (89716 leituras)
14 áudios (2047 audições)
4 e-livros (1045 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:13)
Enloucrescida