Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cinquentona

Angélica T. Almstadter

Bate meio século à porta,
E o que importa?
As marcas, uma a uma desenhadas,
São mostras dos anos de vivência,
Nada para arrepender,
As folhas escritas, aí estão, dispostas
Figuram também as arrancadas,
Como prova da muita experiência.
Cinqüentona senhora, há muito ainda pra viver,
Muito ainda a dizer, muito a fazer,
Um relance sobre o óculos, perpassados,
Mostra-lhe as feições pensativas,
As falas ainda, e sempre atrevidas,
Os gestos mais comedidos,
Falta tempo, sobram-lhe expectativas,
Os gostos, os tens mais apurados,
Os desejos mais definidos.
Meio século, de histórias, entre a razão
E a fina teia da utopia,
Gravadas na memória, do museu da paixão,
Acervos do seu coração,
Guardados como rica prataria.
Cinqüentona senhora,
A vida lhe deve anos a fio de liberdade,
Sonhos roubados na surdina,
Os direitos de ousadia, arrebatados,
E muitas noites de saudade.
Por sua emérita disciplina;
Hão que ser cobrados, dobrados;
Os anos de angústia e solidão,
Se ainda houver alguma disposição...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 06/05/2005
Código do texto: T15066

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55634 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:14)
Angélica Teresa Almstadter