Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Faca

A faca deve ser pequena e ágil
e ter um cabo jeitoso
de madrepérola ou osso
(é importante evitar materiais pouco nobres
ou de imitação).
A faca deve ter um bom tamanho
que a coloque entre
o punhal e o canivete
para fazer com que salte
- do gesto ao ato -
com rapidez e desembaraço.
A faca deve ser bem afiada:
de preferência ter-se ouvido
o uivo de sua lâmina
- temperadíssima -
na roda do amolador
ou o raspar monótono de seu aço,
qual navalha,
correndo na palma da mão.
A faca deve ficar sempre alerta
ao nosso alcance,
nunca presa num cinto
ou prego na parede,
mas preparada para entrar em ação
(talvez guardada
na prega da saia,
no punho da manga,
no bolso da blusa).
 
E quando chegar o momento
é só tirá-la e, com sua ponta em estilete,
minuciosamente,
marcar os limites do talho,
cortar bem fundo
e deslocar do peito,
sem deixar raizes,
o redondo miolo da dor.
 
(Se for preciso,
deixar a faca no local,
tendo o cuidado de esconder o cabo
e evitar abraços muito estreitos).
 

Maria Luiza de Monteiro Marinho
Enviado por Maria Luiza de Monteiro Marinho em 05/05/2006
Código do texto: T150811

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
149 textos (4798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:03)
Maria Luiza de Monteiro Marinho