Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O universo dos contrários...

O universo dos contrários
Por muitas vezes, nos toma sem acaso
Batendo na impossibilidade, no improvável
Comendo as poucas energias,
Ganha com todos os sacrifícios
Ninguém alivia, e a tensão bate cada dia, cada momento,
Como um tormento lascinante
Roendo nervos abalados e traumatizados
Ninguém alivia, porque temos que contemporizar
O bom da história, partiu dessa para melhor,
E ficou todo calejado, mesmo na lembrança,
Com risco de virar piada de mau-gosto,
Com gosto de poucos, em levar vantagem
Onde está, mínima composta,
Trafega nas mentes pobres de espírito
Diluídas na inconstância de muitas mentiras,
Da palavra mal dada, puro engodo
Talvez, o amanhã seja diferente, talvez
Talvez, nada seja tão certo
Com um mais um, vezes trinta, igual a sessenta.

Maldita seja essa lei de levar vantagem, maldita seja.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 06/05/2005
Código do texto: T15115
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120253 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:42)
Peixão