Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Basta Ser Minha Mãe

Bastava ouvir que você
Se parecia com ela que,
Desaparecia em você qualquer tristeza
E um largo sorriso tomava conta de seu rosto
 
Bastava ouví-la cantando as velhas canções
Que eternamente irão soar
Como novas para que,
Seu coração no tempo retrocedesse,
E a ti cedesse novamente
Os clássicos de infância,
Que embora muitas vezes repetidos,
Repercutiam como uma primeira vez.
Em todas as vezes que era para você que ela cantava...
 
Bastava cruzarem os olhares
E a dor que te atormentava
Já não era só sua...
 
Bastava uma só lágrima brotar em seu rosto,
Que ela desviava o percurso,
Ciente que não morreria em sua face,
Pois face de mãe é mina que jamais seca...
 
À frente do tempo se punha,
Implorando a ele que voasse
E que neste vôo levasse tuas tristezas...
 
Bastava vê-la para se sentir protegida...
 
Basta-te hoje um recuo no tempo
Basta-te um pouco só
Do muito que viveram juntas...
ziza Silvestre
Enviado por ziza Silvestre em 07/05/2006
Reeditado em 15/06/2006
Código do texto: T151638

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ziza Silvestre
Ourinhos - São Paulo - Brasil, 53 anos
217 textos (14087 leituras)
1 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:40)
ziza Silvestre