Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aspirante.

Joguei quadros de vida
como se fossem fotografias,
das fases coloridas
guardei só o arco-íris.
Dos tempos que me foram infiéis,
todos riram
da minha simplicidade e perseverança.
Hoje sou um guerreiro
armado de aventuras
pelo próprio caminho.
Nunca desobedeci a princípios,
a minha arte é saber lutar.
No meu íntimo,tenho o meu
momento de perplexidade.
Como posso acompanhar
as mudanças do nada?
Parece que do deserto brotam
as misturas da vida,
e temos que aceitá-las.
Uns passam mal,
mas, outros passam bem,
e ainda acha graça do proximo
que na mesma viaje rumo ao futuro,
todos vamos despedindo nos
sem sabermos da salvação.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 07/05/2006
Código do texto: T151962
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
721 textos (26287 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:01)
Condor Azul